24/04/2009

Sic online - Direitos dos Animais

O Presidente da Câmara de Viana do Castelo proibiu corridas de toiros no concelho, em Cascais anuncia-se também a retirada de apoio autárquico a espectáculos com animais. Entretanto, a crise faz crescer o número de animais abandonados. Canis e gatis estão repletos de bichos que enfrentam a morte com poucas possibilidades de adopção. E há ainda as apostas em lutas de cães, os maus tratos, e os que consideram que o circo não precisa de explorar animais.

http://sic.aeiou.pt/online/noticias/programas/aquieagora/Artigos/Direitos+dos+Animais.htm

Ainda que este inquérito não seja uma sondagem mas uma iniciativa para auscultar a opinião dos utilizadores do site da SIC, considero profundamente lamentável que em pleno séc. XXI, haja quem continue a defender o espectáculo de sangue e horror que são as touradas. Uma verdadeira CHACINA e um atentado contra os direitos de animais que já antes mereceu neste blog os meus duros, mas sentidos comentários.

Lamentavelmente, é nesta sociedade que vivemos :(
É por estas e (tantas) outras, que realmente não evoluimos. Não admira!

7 comentários:

Anónimo disse...

Olá Xana. Também vi o debate ontem na SIC e achei que akele Cardinali mais o toureiro tinham uns argumentos tão pobres, recorrendo à peixeirada, quando não sabiam o que mais dizer. Acho que o Miguel Moutinho podia ter aproveitado melhor a deixa do toureiro, ao dizer que os touros existiam apenas para servir a nossa espécie. Quanto ao Cardinali, só está preocupado com o lucro.
Já agora, qual é o seu email? Sou voluntária do Projecto Ajuda Alimentar Animal cá na Madeira, e gostaria de entrar em contacto consigo.

Xana Abreu disse...

Boas tardes. Confesso que não vi o debate, mas recebi o artigo sob a forma de e-mail.
Face à indignação sentida de imediato, não pude deixar de publicá-lo cá, pelo que desde já agradeço a sua visita.
Para qualquer eventualidade, queira contactar-me através do xanabreu@hotmail.com e responderei tão imediatamente quanto possível.

Continuações,

Xana Abreu

Anónimo disse...

Espero que aproves o meu comentário: não sou contra as touradas, antes pelo contrário sou a favor. Aceito que sejas contra. Apenas estou curioso se aprovas ou não o meu comentário. Felicidades para ti.
P.S. Estou completamente consciente daquilo que digo, alguém diz que o português não tem cultura. Não penses nisso, verdade, estou mesmo consciente.

M.B.A. disse...

Ja vai sendo tempo de deixar os animais em paz!
Quando falam de tourada, vem com a lenga lenga da tradiçao e manter bons costumes... Só tretas... nao vejo ninguem a manter a tradiçao, e o bom costume de pedir ao pai da moça para namora-la, e de esperar pelo casamento para haver sexo por exemplo.

Em pleno Sec. XXI quem é que se lembre de torturar animais, coisas selvagens que nem fazemos ideia que existem...
as touradas são so a ponta do iceberg!
Nem fazemos ideias das más condiçoes em que outros animais sao mantidos por particulares... nem vou descrev-las aqui tao pouco...

Xana Abreu disse...

Bom dia.
Cada um é como é e não seria por isso que não aprovaria os teus comentários.
Nestas coisas, há que ser também um pouco imparcial e tentar perceber o porquê das pessoas pensarem como pensam.
Já agora e por mera curiosidade, o que te faz ser defensor das touradas?

Cumprimentos.

Anónimo disse...

é como o futebol, entendes? Qual o prazer de ver tantos homens a correr atrás duma bola? não sei se me entendes, se calhar vais dizer que no futebol não há tanta violência. Será verdade? Olha o Pepe, isso sim eu condeno, o homem que estava no chão nem hipóteses tinha de se defender. Ao menos o touro, de vez em quando manda uma cornada ao toureiro. Não quero ofender ninguém, longe de mim. Aceito as ideias das pessoas, um dia se acabar, não morrerei por isso, mas sou sincero, gosto de ver, dá-me prazer, acredita que não penso em sofrimento de ninguém, gosto pelo prazer do espectáculo.
Espero ter respondido-

Xana Abreu disse...

Boas noites.
Eu defendo que os gostos são subjectivos mas com uma ressalva: desde que não magoe nem fira ninguém, o que claramente não é o caso.
Respeito a sua opinião embora sinceramente não a compreenda. Para mim o "espectáculo" a que se refere é tão incompreensível como jogar um ser humano para uma arena e começar a açoitá-lo ou a agredi-lo só pelo prazer de o ver defender-se ou a lutar pela sobrevivência. Defendo exactamente a mesma tese em relação à "luta de galos" ou à de "cães de combate". É muito surreal para mim viver numa sociedade que apoie a violência, o sangue e a chacina só para seu bel-prazer. Aliás, só mesmo os seres humanos são capazes de induzirem tal aberração, pois os animais só o fazem (quando o fazem)com o único intuito de se alimentar.
Ainda assim, agradeço a sua participação no meu espaço. É sempre salutar termos opiniões divergentes.

Continuações.

Content Copyright ©2009-2011 - Powered by Xana Abreu